Início >> Noticia >> Iphan lança publicação sobre Festividades do Glorioso São Sebastião
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Iphan lança publicação sobre Festividades do Glorioso São Sebastião

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lança, no próximo dia 15 de fevereiro, em Cachoeira do Arari, Arquipélago do Marajó, uma publicação sobre o registro de Patrimônio Cultural das Festividades do Glorioso São Sebastião. O lançamento tem apoio da Secretaria de Estado de Comunicação – SECULT e será realizado no encerramento da Semana Pedagógica do município, com participação da Prefeitura de Cachoeira do Arari e do Museu do Marajó.

As Festividades do Glorioso São Sebastião foram registradas como patrimônio cultural do Brasil em 2013, a pedido do Museu do Marajó, com apoio da Irmandade do São Glorioso São Sebastião de Cachoeira do Arari e anuência de outros municípios da região. Segundo o Iphan, “a devoção a São Sebastião no Marajó é fundamental para a construção e afirmação da identidade cultural marajoara. Representa a diversidade e a singularidade da região, na forma como se estrutura e se desenvolve, com elementos próprios. Ao mesmo tempo, possui relevância nacional, na medida em que traz elementos essenciais para a memória, a identidade e a formação da sociedade brasileira”.

Em Cachoeira do Arari, a festividade é realizada há mais de 150 anos e atrai centenas de visitantes, sempre no período de 10 a 20 de janeiro. São procissões, ladainhas, danças nos barracões, levantação do mastro e arraiás. Também há eventos esportivos, como a luta marajoara.

Nos meses que precedem a festa, ocorrem as esmolações, com coleta de donativos para a realização dos festejos. Folias e ladainhas expressam o forte sentimento de fé da população local, mesclando elementos do catolicismo oficial com o popular, assim como com a pajelança cabocla. A manifestação popular também é reconhecida como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Estado do Pará (com informações do Iphan).