Início >> Noticia >> Histórias de vidas contatas pelas solas dos sapatos indicam MUKT PAIER
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Histórias de vidas contatas pelas solas dos sapatos indicam MUKT PAIER

"Durante a vida toda eu tentei encontrar meu outro lado do sapato. E no final, descobri que não preciso do outro lado, porque tenho os pés livres". A frase inicia o espetáculo solo MUKT PAIER, que na língua indiana significa pés livres, que será apresentado hoje (28), às 19h, no Teatro Gosômetro, dentro da 1ª Mostra de Teatro "Nilza Maria", promovida pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e apoio da Fundação Cultural do Pará.
 
Quando se examina o desgaste dos sapatos, podemos imaginar diversas narrativas da condição humana. Suas histórias evidenciam, muitas vezes, a classe social, gênero, idade e a posição social de quem a usou. Em sua descoberta pessoal, o ator Paulo Marat - que interpreta ele mesmo - se descobre através de uma fotografia sua, bem antiga, de quando era criança, usando apenas um dos lados do sapato. Nessa busca, ele encontra outros sapatos, outras vidas e conta histórias de alguns desses sapatos.
 
O espetáculo MUKT PAIER -“pés livres” trata do enfrentamento entre a vulnerabilidade dos laços sociais num mundo capitalista e as coisas que insistem em permanecer. Com isso, oficio do sapateiro é o introdução no dilema em lapidar o velho ou jogar fora. Assim, o solo nos leva a refletir se os saberes adquiridos ao longo da vida, permitem que a gente corrija o egoísmo e a vaidade entranhada em nós, seres humanos.
 
Com duração de 20 minutos, a obra é fruto de uma pesquisa realizada pelo diretor Ysmaille Ferreira, na Comunidade do Camará, uma vila de pescadores localizada no nordeste paraense.
 
Serviço:
Nesta quinta-feira (28), a 1ª Mostra de Teatro "Nilza Maria" apresenta três espetáculos. No Teatro Gasômetro teremos às 17h, a peça “Guerra ao Horror”, Grupo Teatro Variete e às 19h “Mukt Paier- Pés Livres”, do diretor Ysmaille Ferreira. Já às 20h30 teremos “Kaique, internamente", da Companhia de Teatro ATorres, no Teatro Waldemar Henrique.
Toda a Mostra tem entrada gratuita.