Início >> Noticia >> Com muito humor chegou a "Guerra ao Horror"
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Com muito humor chegou a "Guerra ao Horror"

Em meio a uma guerra, dois palhaços do exército, a Tenente Açu (personagem da palhacinha Açúcar Mascavo, interpretada por Assucena Pereira) e o recruta Zero (personagem do palhaço Trapo, interpretado por Ruber Sarmento), se encontram perdidos em meio a uma floresta desconhecida, após a queda do avião monomotor que pilotavam. A trama mostra a busca de sobrevivência cheia de humor, já que os personagens terão que colocar em prática todos os seus conhecimentos - adquiridos nos treinamentos militares - enquanto esperam por um resgate, que talvez nunca chegue.
 
Estamos falando do espetáculo a “Guerra ao Horror”, que o Grupo Teatro Variete apresenta hoje (28), às 17h, no Teatro Gasômetro, dentro da 1ª Mostra de Teatro "Nilza Maria", promovida pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e apoio da Fundação Cultural do Pará.
 
"A ideia partiu dos atores, que queria fazer um espetáculo falando sobre a guerra e juntos desenvolvemos a narrativa, mas sem ambientar a peça no ambiente de guerra. Esta é uma guerra imaginária que deixa o seguinte questionamento: será mesmo que em uma guerra existem vencedores?", e concluiu. "É um espetáculo para todas as idades e o mais legal é ver a reação de cada público", diz a diretora santarena Tais Sawaki, graduanda do curso de Licenciatura plena em Teatro na Universidade Federal do Pará (UFPA).
 
Trazendo a linguagem do palhaço para discutir questões relativas à humanidade ou a falta dela nestes conflitos armados, o Grupo Teatro Variete também trabalhou o empoderamento feminino que surge com a presença forte da Tenente Açu, que vai dando todos os comandos e regras ao atrapalhado recruta Zero. O intuito do grupo era trabalhar essa temática sobre Guerra com objetividade e leveza, para o divertimento e compreensão de todos os públicos.
 
Grupo Teatro Variete - O Grupo surgiu no final de 2017 através da união do grupo Folhas de Papel, formado por Aj Takashi e Tais Sawaki e o grupo Caixote Velho, composto por Diego Leal e Ruber Sarmento. Este coletivo parte do pensar teatral por meio da comicidade através das linguagens do teatro popular, palhaçaria e teatro de rua. As produções artísticas são oriundas de inquietações político-sociais - latentes dentro do grupo trazendo o cômico como forma de resistência.
 
Serviço:
Nesta quinta-feira (28), a 1ª Mostra de Teatro "Nilza Maria" apresenta três espetáculos. No Teatro Gasômetro teremos às 17h, a peça “Guerra ao Horror”, Grupo Teatro Variete e às 19h “Mukt Paier- Pés Livres”, do diretor Ysmaille Ferreira. Já às 20h30 teremos “Kaique, internamente", da Companhia de Teatro ATorres, no Teatro Waldemar Henrique.
Toda a Mostra tem entrada gratuita.