Início >> Noticia >> Coleção “Joias de Nazaré” será mostrada no São José Liberto
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Coleção “Joias de Nazaré” será mostrada no São José Liberto

 

O Círio de Nossa Senhora de Nazaré, festa da padroeira dos paraenses realizada no segundo domingo de outubro, já se anuncia em muitos eventos realizados por todos os cantos de Belém, mostrando várias facetas desse momento que representa uma das maiores manifestações católicas do Pará e do Brasil. A partir desta quarta-feira, 27, será aberta no anfiteatro do Coliseu das Artes do Espaço São José Libet5ro,  a décima quarta edição da exposição “Joias de Nazaré – Sentidos da fé”, realizada pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado e Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia; do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia; da Secretaria do Estado de Cultura e do Coletivo de Empresários, Designers e Empreendedores Criativos do Programa Polo Joalheiro do Pará,  A coleção é produzida por designers e marcas do setor joalheiro local que participam do Programa Polo Joalheiros do Pará.

 Inspirada nos significados do Círio, a mostra apresenta pingentes, colares, braceletes, brincos e outras peças produzidas por designers paraenses. Além de incrementar a produção joalheira religiosa paraense tendo como inspiração a Festa do Círio de Nazaré e de configurar um instrumento de difusão dessa produção local, o evento visa contribuir para o fortalecimento do turismo religioso e, neste sentido, já integra a agenda turística do Estado, coordenada pela Secretaria de Estado de Turismo.

“Joias de Nazaré” conta neste acervo uma coleção de peças religiosas em ouro, prata e gemas minerais tipicamente brasileiras e paraenses, como madrepérola de rio, turmalina, crisoprásio, ametista, citrino, topázio azul, topázio rosa, safiras azuis, rubi, água marinha, diamante, pérolas, granada, praziolita, além do compósito de açaí. Com um trabalho de ourivesaria que valoriza a produção artesanal foram utilizados materiais diversificados como fibra de miriti e palha da costa, fitilho de cetim, fitas do Círio e torçal. Os designers aplicam técnicas da ourivesaria tradicional, incrustação paraense, trançados em fitas e fibras e esmaltação translúcida.

Riqueza artesanal

O trabalho de criação e produção dos empreendedores começa a partir do workshop para geração de produtos e consultoria individualizada. Este ano foram gerados 369 projetos de joias para a formação da coleção 2017.

A segunda etapa deste processo compreendeu a realização da “Feira de Projetos” onde foram comercializados os projetos dos designers para as marcas de joias paraenses, sob a coordenação da designer Rosângela Gouvêa. As joias entram em processo de produção de acordo com os projetos comercializados e/ou financiados pelos designers autores, mobilizando toda a cadeia produtiva e a rede colaborativa criativa do setor de gemas e joias do estado do Pará, compreendendo os segmentos de designers, ourives, lapidários, cravadores, empresários formais e produtores informais.

Essa nova exposição do Estado São José Liberto, foi concebida a partir da representação de alguns símbolos e objetos do Círio de Nazaré como a corda, a Igreja Santuário e a Catedral de Belém, a berlinda, o manto, a coroa, os promesseiro, as velas, as fitinhas de Nossa Senhora de Nazaré e o resultado foi a criação de 80 joias que integram a coleção gerada por 28 designers, sendo 24 profissionais e quatro estudantes de design e produzidas por 22 marcas de joias paraenses, 18 ourives, lapidários prestadores de serviços e 14 empreendedores informais, totalizando o número de 82 empreendedores do setor de gemas e joias paraenses.

Para mostrar essa coleção ao público, a ambientação foi projetada pela artista plástica e designer Celeste Heitmann, que produziu onze telas, de 30 cm por 40 cm e uma tela de 70 cm por 90 cm, em pintura acrílica, tendo como tema os Momentos do Círio. Para a ambientação das vitrines foram produzidos displays, também feitos à mão, sob a batuta do artesão e empresário paraense Guilherme Júnior

 

Serviço

 A abertura será às 19 horas, depois da missa que será rezada no local. A atração especial da noite é apresentação Emufpa Jazz Trio da Escola de Música da Universidade Federal do Pará, instituição parceira do evento. “Joias de Nazaré “poderá ser visitada até o dia 30 de outubro, das 09h00 às 18h30. Aos domingos e feriados, das 10h00 às 18h00.