Início >> Noticia >> Drama sobre o amor conquista a plateia no Theatro da Paz
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Drama sobre o amor conquista a plateia no Theatro da Paz

 

O amor, com seus exageros e dramas característicos, marca o enredo da Ópera “A Voz Humana”, espetáculo escolhido para abrir o XVI Festival de Ópera do Theatro da Paz, na noite deste sábado (5), no palco do centenário teatro, em Belém. A obra, do compositor francês Francis Poulenc, com texto de Jean Cocteau, emocionou o público, que aplaudiu de pé por mais de três minutos ininterruptos a cantora lírica Eliane Coelho, a Orquestra do Theatro e o diretor cênico Marcelo Marques.

Na plateia, um público de todas as idades acompanhou o drama da personagem que tenta, sem sucesso, reconquistar seu amado, com quem conviveu por cinco anos. O monólogo tem como cenário a casa da personagem que, ao telefone, conversa com Joseph, a quem ela inicialmente tenta convencer de que se sente bem, mas que ao perceber que ele não ligava de sua casa e que havia música no ambiente onde estava, desnuda toda sua inquietação, revelando seu desespero e a tentativa de suicídio na noite passada, junto com situações do cotidiano.

Eliane Coelho, a artista responsável por levar toda essa emoção ao público de Belém, ficou feliz com o resultado do trabalho. “É uma peça especial. O Cocteau tem um texto excelente, e acho muito importante expor essa mulher, levar todas essas emoções dela e oferecer esse personagem ao público. Pessoas que já passaram por relacionamentos que não deram certo conhecem muito isso. Algumas reconhecem certos aspectos; algumas, outros, mas no fundo é sempre a mesma coisa (o sofrimento por amor)”, declarou a intérprete.

Surpresa e emoção - A enfermeira Rosana Auad ficou surpresa com o espetáculo, principalmente por se tratar de um monólogo. “Nunca tinha assistido a uma peça assim, com uma única intérprete do início ao fim. Imagino que deva ser de uma dificuldade tremenda para a cantora, o que engrandece o Festival. Gostei muito, principalmente por retratar um tema sempre tão atual. Afinal, quem nunca sofreu por amor?”, declarou Rosana.

O engenheiro de telecomunicações Alcyr Braga, que participa do Festival de Ópera desde a primeira edição, desceu as escadarias do Theatro da Paz também bastante surpreso. “Vim no espetáculo de hoje porque estava curioso sobre como se desenvolveria uma ópera em monólogo. Nunca havia assistido a algo assim, mas fiquei surpreso com a qualidade, e também sobre a reflexão que a peça nos traz é sobre o amor, esse sentimento tão importante, que é a base de tudo na vida das pessoas”, afirmou.

A diretora do Theatro da Paz, Célia Cavalcante, destacou o resultado das vendas online. “A procura por ingressos aqui na bilheteria do Theatro foi pequena. Percebemos que a maioria preferiu buscá-los pela internet. Isso facilitou muito o acesso e foi um sucesso. Não registramos quaisquer problemas, conseguindo inclusive a lotação de 80% dos espaços”, informou Célia Cavalcante.

Serviço: Com valores que vão de R$ 10,00 a R$ 80,00, com meia-entrada, o Festival de Ópera prosseguirá em Belém até o dia 23 de setembro. Os ingressos podem ser adquiridos no site Ticket Fácil e na bilheteria do TP, sempre de terça a sexta-feira, das 09 às 18 h; aos sábados, das 09 ao meio-dia, e aos domingos das 09 às 11 h. A programação completa está disponível em http://theatrodapaz.com.br/agenda.php.

Por Heloá Canali

Secom