Início >> Noticia >> Exposições, música e documentários nos museus de Belém
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Exposições, música e documentários nos museus de Belém

 

 

 Os museus de Belém entram no clima da quadra nazarena durante o mês de outubro para quem veio à cidade para o Círio de Nazaré. Um dos programas da semana, começa na quinta-feira, dia 5, com a exibição de documentário de roda de conversa sobre o Círio de Nazaré, como identidade, memória e patrimônio imaterial, das 10 às 12 horas no mini auditório do Museu de Arte Sacra, no bairro da Cidade Velha.

            No sábado do Trasladação, dia 7, o Museu do Círio receberá ex-votos, e objetos de promessas, para acervo do Museu. A coleta será das 17 às 20 horas, e será feita ainda pelo o Museu de Arte Sacra. Nesse mesmo dia, das 10 às 12 horas, haverá a apresentação do grupo musical “Sementes do Choro”, da Fundação Carlos Gomes. Na sexta, dia 6, durante a visitação, haverá degustação de maniçoba, no Museu do Círio.

Gravurista contemporâneo -  “Gráfica colorida”, é a exposição que estará aberta na Galeria Fidanza. Do conceito de multiplicidade e da diversidade técnica da própria gravura nasceu o título da exposição “Gráfica colorida”, que Heraldo Candido (Belém do Pará, 1982) apresenta na Galeria Fidanza, do Museu de Arte Sacra, em Belém. A mostra será na quinta-feira, dia 5 e retrata parte da trajetória do artista, atualmente radicado em São Paulo.

 A mostra é um desdobramento de uma individual que o artista fez em São Paulo em 2013 no Espaço Ideário SA. Aquela exposição, intitulada “Gyotaku”, foi o ponto de partida para a pesquisa de novas expressões em torno do mundo da gravura e das opções de repetição como experimento e experiência artística.

 Heraldo Candido acredita na constante experimentação, e é por isso que desenvolve a gravura com base em diferentes técnicas, tais como xilogravuras, linóleo, serigrafia, lambe-lambe e tipos móveis. Uma gravura de 2006 abre a exposição com o intuito de rememorar as origens do próprio artista, quando ainda usava os objetos achados nas ruas de Belém como matrizes das obras. Por um lado, a paleta de cores e, por outro, as formas geométricas.

 Nesse sentido, o artista exibe a evolução das tonalidades, desde o colorido dos trópicos do Pará até os tons mais escuros da cidade de São Paulo. No que diz respeito às formas, elas são baseadas em uma geometria espacial, que mescla as formas horizontais típicas do espaço paraense, com as verticais, inspiradas na paisagem urbana da capital.

 Segundo o historiador de arte Jorge Coli, as gravuras podem responder a dois tipos de ética: a ética técnica e a social. Heraldo, como exemplo de gravurista contemporâneo, domina com precisão as duas. Como ética técnica, o artista demonstra maturidade e domínio de diferentes suportes, já como social, estimula o conceito do efêmero e da multiplicação.

A visitação é das 10 às 17 horas, de terça à sexta-feira. Nos sábados, domingo e feriados, a mostra pode ser vista das 9 às 13 horas.

Outra exposição aberta, do dia 5 ao dia 23 de outubro, na área externa do Museu do Forte do Presépio, é “Paisagismo ribeirinho em miniatura”.

Concertos - A música também marca presença, dia 10, na Igreja de Santo Alexandre, com a apresentação do concerto da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da Universidade Federal do Pará, às 19 horas.  Na Sala das Artes do Museu do Estado, dia 18, às 19 horas, será realizado mais um recital do projeto “Ópera no Museu”.

Serviço - Neste período do Círio de Nazaré, os espaços do Sistema Integrado dos Museus da Secretaria de Estado de Cultura, funcionarão excepcionalmente no sábado, 7, dia da Trasladação, das 10 às 14 horas e na segunda-feira, 9, pós Círio, no mesmo horário. No domingo do Círio, dia 8, todos os espaços de museus estarão fechados.

No dia 12 de outubro, feriado de Nossa Senhora de Aparecida, os museus funcionarão no horário das 9 às 13 horas.

Valor do Ingresso - R$ 4,00 (Inteira) R$ 2,00 (Meia entrada). Às terças-feiras, todos os espaços têm entrada gratuita.

Em virtude do grande número de visitantes nos museus na semana que antecede o Círio, período de 03 a 07/10/2017, os agendamentos de visitas educativas estão suspensos.