Início >> Notícias
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Notícias

Exposição “Ferreira Gullar - Homenagem e Memória” traz a vida que transborda nos versos de “Poema Sujo”

 

O poeta, crítico de arte, tradutor, memorialista e ensaísta Ferreira Gullar, morto em 4 de dezembro do ano passado, é um dos homenageados na XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, que será realizada no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, no período de 26 de maio a 4 de junho. O “Poema Sujo”, considerado um marco na literatura brasileira, é tema da exposição “Ferreira Gullar - Homenagem e Memória”, que traz trechos de “Poema Sujo” e da obra “Traduzir-se”, e fotos de Elza Lima e Paula Sampaio, com a curadoria do artista plástico paraense Emanuel Franco.

Feira Pan-Amazônica terá mais de 300 lançamentos de obras literárias

 

A cada 20 minutos uma obra de um autor paraense será lançada durante a XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, que ocorrerá no período de 26 de maio a 4 de junho deste ano no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Nesta edição, o 3º maior evento do setor livreiro do Brasil traz a Poesia como país convidado, e o poeta   Mário Faustino, paraibano de nascimento, mas que se encontrou na poesia no Pará, como grande homenageado.

Museus do Estado convidam ao debate e ao resgate da história

 

É preciso falar sobre aquilo que incomoda. Um dos papéis da arte, de provocar e gerar inquietude, é o mote da 15ª Semana Nacional dos Museus, que será comemorada desta segunda-feira (15) até o próximo domingo (21) em todo o país. No Pará o evento é coordenado pelo Sistema Integrado de Museus e Memoriais (SIM), da Secretaria de Estado de Cultura (Secult). Exposições, mostras de documentários, atividades educativas e exibição de filmes fazem parte da programação, que é gratuita e celebra o Dia Internacional dos Museus, comemorado na quinta-feira (18).

Feira Pan-Amazônica homenageia Mário Faustino e a poesia

 

A XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, este ano, proporcionará uma experiência sem fronteiras em um novo país que abriga todos os continentes, um território aberto para o pensamento e a emoção. Que país é este? A Poesia.  E neste lugar, um grande poeta brasileiro será homenageado, Mário Faustino, nordestino de coração paraense, nascido em Teresina, em 1930, e que pertenceu a uma geração que desnudou o poema como arte e inquietude.

Obras de Stella Pessoa e Lindanor Celina na gincana

 

           Os estudantes da rede estadual de ensino que participam na Gincana Literária, da XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, têm encontro marcado, nesta quinta-feira, de manhã, com a obra da escritora paraense Stella Pessôa, na escola “Ulisses Guimarães”, no bairro de Nazaré. Esse é o terceiro dos quatro encontros agendados pela Secretaria de Estado de Cultura e Secretaria de Educação e contará com a participação de Elisabeth Pessôa, filha da escritora, que vai falar da vida e da obra “Ficção em vez de confissões”. Livro que reúne dezesseis contos e outros escritos.